Home
Palestra
Fotos
Publicidade
Notícias
Contato
Notícias

Acordo PGA do Brasil e PGA Canadá

Kevin Thistle e Luiz Martins - div.

Toronto (GOLFEMPRESAS) - O Presidente do PGA do Brasil Luiz Martins o CEO do PGA do Canada Kevin Thistle, assinaram um acordo de colaboração para desenvolver o Plano de Educação e Capacitação para os profissionais brasileiros sócios da entidade.

Durante o ato realizado no Hotel Hilton na cidade de Toronto onde também se realizava a Conferencia Anual do PGA do Canada, ambos representantes assinaram um acordo, que pretende facilitar o acesso aos sócios da PGA do Brasil as mais diversas e inovadoras técnica de capacitação e formação profissional que graduara pros Classe A para promover a prestação de melhores serviços aos clubes e a toda comunidade golfistica.

No acordo os representantes se comprometeram em trabalhar de maneira conjunta para impulsar o desenvolvimento do programa para o golfe.

Também, com o fim de incentivar os sócios a ordem e o bom uso de todo o conteúdo, a coordenação geral, a gestão de clubes e suas operações, a qualidade dos serviços prestados e a correta disposição do cronograma o PGA do Canada enviará uma equipe composta de três a cinco profissionais de duas a três vezes por ano.

Este programa para profissional será promovido através da plataforma educativa do PGA do Canada com reuniões e atividades educacionais presenciais e via on-line.

Além disso, uma conscientização sobre as reais funções e responsabilidades do profissional de golfe, então desde tenra idade se envolver em questões que motivam a sua participação como cidadãos na proteção e cuidado com o ensino e aprendizagem.

“Com este esforço vamos a estabelecer paralelamente um esquema racional y sistemático na formação, incluindo o sistema de administração das operações do golfe, para que todos os nossos pares sejam beneficiados de acordo com o envolvimento e atenção de cada um”, diz Luiz Martins.

Ele ressaltou que dentro do plano de educação se trabalhará intensamente para sensibilizar e engajar os clubes na responsabilidade de empregar pelo menos um profissional com estas características para atender as demandas internas do golfe.

O Presidente do PGA do Brasil, Luiz Martins, ressalta a importância do acordo, no qual indica que tributa ao novo currículo baseado em competências, cuja finalidade é contribuir para uma nova e transformadora fase na profissão a partir dos profissionais.

“O propósito mais profundo dessa Revolução Educativa é a criação de um profissional, com conduta ética e cívica, que proteja, conserve e respeite os conhecimentos dos nossos pros, que faça sua critica com sentido construtivo e colaborem com autocontrole, que sejam inovadores e valentes diante das adversidades”, diz Luiz.

Reafirmou que a iniciativa busca produzir um efeito transformador nos profissionais, clubes e entidades representativas que compõe o sistema administrativo no golfe brasileiro e que realmente trabalham para desenvolver o golfe como esporte no país.

O acordo terá vigência ate 2029 e contempla que ambas as instituições trabalhem de maneira conjunta no levantamento e verificação das “necessidades’” que requer o mercado e outros estabelecimentos que oferecem o golfe, especialmente os clubes de todo o país.

O Diretor de Educação Henrique Holanda contratado para atuar nessa área será o responsável pela coordenação do fluxo de informações necessárias para implantação do programa no Brasil e trabalhara junto com Math Allen Diretor de Educação do PGA do Canada.

"Sinto que demos um grande passo em colocar o nosso futuro nas mãos do PGA do Canada representada por Kevin e Math com a vantagem e garantia de que esse programa não será oferecido ou vendido para nenhuma outra entidade no Brasil", disse Luiz Martins.

[ voltar para a homepage ] [ ver todas as notícias ] [ ver próxima notícia ]







Copyright Golf e Negócios 2018   Desenvolvido por InWeb Internet