Home
Palestra
Fotos
Publicidade
Notícias
Contato
Notícias

Uma página brilhante do golfe na Fazenda Boa Vista com o JHSF Aberto do Brasil

Campeão recebe cheque do JHSF Aberto do Brasil - div.

Por Guillermo Piernes *

Porto Feliz (GOLFEMPRESAS) O 65º JHSF Aberto do Brasil foi uma festa do começo ao fim com unânimes elogios ao organização e o cenário impecável da Fazenda Boa Vista, em Porto Feliz (SP),

O segundo torneio brasileiro do PGA TOUR Latinoamerica no Brasil distribuiu U$175 mil em prêmios e teve como vencedor ao colombiano Marcelo Rozo que levou um cheque por U$31,500. (Classificação final completa na homepage deste site...Colombiano Marcelo Rozo...)

O excelente palco do torneio foi o campo de 6.784 jardas desenhado pelo arquitécto americano Randall Thompson, caraterizado pela exigência técnica para os jogadores e de par 71.

Participaram das rodadas iniciais do torneio 144 jogadores, com os 60 melhores disputando as rodadas finais, entre eles cinco brasileiros Alexandre Rocha, Rafael Becker, Rodrigo Lee, Rafael Barcellos e Felipe Navarro.

Becker e Rocha finalizaram entre os top ten do torneio, num dia de muito sol que destacou ainda mais a beleza do cenário no interior paulista.

Foram excelentes conceitos sinteses respeito ao 65º JHFS Aberto do Brasil como os de Euclides Gusi, presidente da Confederação Brasileira de Golfe (CBG), do atleta profissional Rodrigo Lee, de representantes do PGA TOUR Latinoamerica, da Bupa, patrocinadora do TOUR, e da JHSF, patrocinadora do torneio.

“Maior torneio de golfe da América Latina, o PGA Tour Latinoamérica é uma excelente oportunidade para associar a marca da JHSF com parceiros do mais alto nível, como a CBG e o PGA Tour”, afirma o presidente da JHSF, Thiago Alonso de Oliveira.

“É também uma ótima ocasião para os nossos clientes e suas famílias estarem próximos de profissionais que se destacam no golfe”, agrega o presidente da JHSF.

“O golfe tem uma forte sinergia com os valores praticados pela JHSF. Temos certeza que o evento reforçará o posicionamento de mercado da empresa, fortalecendo o relacionamento com seu público”, acrescenta Humberto Polati, diretor da JHSF.

“Estamos muitos satisfeitos com o sucesso do torneio. Fizemos uma ótima parceria com as equipes do PGA TOUR e da CBG e espero que possamos realizar uma competição ainda melhor no próximo ano na Fazenda Boa Vista”, assinalou Polati.

“Hoje a gente coloca o Brasil em uma seleção entre poucos países: somente juntos do México e da Argentina, onde são os únicos que temos pelo menos dois torneis do PGA Tour Latinoamerica.” observa Cristina Vanderbeck, Diretora do PGA Tour Latinoamerica.

“Realizamos a mais tradicional competição de golfe no Brasil: Aberto do Brasil. É a primeira vez da Confederação Brasileira de Golfe na Fazenda Boa Vista e estamos encantados. Lugar espetacular e campo magnífico,” comenta o Presidente da CBG, Euclides Gusi.

“Tudo foi perfeito e o campo Randall Thompson é de alta qualidade, com um sistema de drenagem fantástico. Estamos orgulhosos e agradecidos", agrega Gusi.

“Precisamos agradecer o esforço de todos para tudo acontecer. Foi um incentivo de várias partes. É um trabalho que vem desde 2012 e agora está sendo concretizado e esperamos seguir por muitos anos.” comenta o Presidente da CBG, Euclides Gusi.

“Para o atleta é muito importante eventos como estes no país. Eu como representante dos jogadores gostaria de agradecer a todos os patrocinadores e pela organização intocável.” disse o jogador profissional Rodrigo Lee.

“Todos fizeram o possível para trazer o PGA Tour Latinoamerica para São Paulo...O campo está em ótimas condições. Está impecável.” acrescenta Lee, durante a coletiva de imprensa.

As etapas brasileiras abriram não apenas o início da segunda metade da temporada do PGA TOUR Latino América, mas também os últimos torneios do Bupa Challenge, uma série de cinco torneios que recompensou o melhor jogador destes eventos com um bônus de 10.000 dólares.

O americano Ben Polland recebeu o prêmio do Bupa Challenge.

As etapas brasileiras do PGA Tour Latinoamerica foram organizadas pela Confederação Brasileira de Golfe (CBG) e pelo PGA Tour Latinoamerica.

Rolex foi o relógio oficial do torneio, que têm ainda apoio da Federação Paulista de Golfe, do São Paulo Golf Club e da Fazenda Boa Vista.

O interesse pelo tradicional torneio foi marcado pelo exemplo do paulista Ruberlei Felizardo, brilhante campeão do Aberto do Brasil em 1996, no campo do Curitibano (PR).

Felizardo, que não recebeu convite para disputar a edição deste ano do Aberto do Brasil, tentou de todas maneiras, inclusive participando na seletiva de segunda feira, junto a vários profissionais sem vitórias e um punhado de talentosos amadores.

O veterano campeão não conseguiu classificar porem fez lembrar a todos da importancia histórica do Aberto do Brasil, dando um incentivo emocional extra aos principais profissionais brasileiros na disputa como Rocha, Becker, Lee, Barcellos e Navarro.

O Aberto do Brasil teve entre seus vencedores a lendas do golfe mundial como Arnold Palmer, Roberto de Vicenzo, Gary Player, Angel Cabrera entre outros, além do brasileiro Mario Gonzalez, ou seja que levantar a taça de campeão é um vitória especial.

A vitória foi ainda mais especial para Rozo que esteve a ponto de não participar abalado pelo recente falecimento de um irmão.

A Rozo dedicou a vitória a memoria do seu irmão. O colombiano jogou e venceu com brilho.

Rozo foi merecedor do aplauso do seleto publico que acompanhou o torneio, da admiração daqueles que amam o esporte e a capacidade de superação dos grandes campeões.

Com com o resultado Rozo passou a ser o número um da Ordem do Mérito do PGA Tour Latinoamericana.

A organização foi um grande trabalho de equipe, destacou o presidente Renato Giardini, felicitado efusivamente por muitos ao fim do inesquecível torneio.

O campo tratado pelos melhores profissionais do setor parecia ainda mais verde. Dissem que pela chuva que caiu durante a segunda rodada.

Outros pensamos que era por ter sido palco de um torneio memorável, duma página brilhante do histórico Aberto do Brasil!


* Piernes é escritor e palestrante. Autor de Liderança e Golfe. Editor de Golf Empresas piernes@golfempresas.com.br

[ voltar para a homepage ] [ ver todas as notícias ] [ ver próxima notícia ]






Copyright Golf e Negócios 2019   Desenvolvido por InWeb Internet