Home
Palestra
Fotos
Publicidade
Notícias
Contato
Notícias

Meritocracia na escalação do time do Brasil para o Campeonato Mundial Amador

Herik Machado - foto Gustavo Garrett - CBG

São Paulo (GOLFEMPRESAS) - Escalada a equipe brasileira para a disputa do Campeonato Mundial de Equipes Amadoras, marcado para o Carton House Golf Club, em Maynooth, perto de Dublin, na Irlanda, de 29 de agosto a 8 de setembro.

Seis atletas compõem a delegação que vai competir pelo Troféu Espírito Santo (29/8 a 1º/9), e pelo Troféu Eisenhower (5/9 a 8/9), respectivamente. No masculino, os convocados são Herik Machado (RS), Daniel Kenji Ishii (RJ) e Lucas Park (SP).

No feminino, Lauren Grinberg (SP), Beatriz Junqueira (RJ) e Laura Caetano (DF). Roberto Gomez será o delegado e capitão de ambas as categorias e Luiz Miyamura o técnico.

“É o campeonato amador mais importante que existe. Estamos indo com duas equipes bem jovens e chegaremos três dias antes de cada torneio. A cada ano que passa, o Mundial fica mais forte e os países se preparam cada vez melhor. Tenho certeza de que todos estão muito motivados para trazer o melhor resultado para o país”, explica Roberto Gomez.

O Mundial Amador, conhecido como WATC (World Amateur Team Championships) é organizado pela International Golf Federation (IGF); composta por confederações nacionais de mais de 125 países.

Para formar a equipe nacional, a Confederação Brasileira de Golfe explicou que utilizou o critério de normas e convocação baseada em meritocracia.

“Os atletas com melhores colocações no ranking mundial, no ranking nacional e no Campeonato Amador do Brasil tiveram prioridade no critério, que foi seguido rigorosamente. Cada país tem a liberdade de mandar a equipe que quiser, mas, no Brasil, a escolha foi com base estritamente veiculada ao mérito técnico”, explicou Roberto Gomez.

A participação da delegação brasileira no Campeonato Mundial de Equipes Amadoras tem o apoio do COB - Comitê Olímpico Brasileiro - com recursos da Lei Agnelo Piva.

A relação dos convocados:

Lauren Grinberg – SP – 18 anos
Beatriz Junqueira – RJ – 16 anos
Laura Caetano – DF – 18 anos

Masculino

Herik Machado – RS – 21 anos
Lucas Park – SP – 17 anos
Daniel Kenji Ishii – RJ – 25 anos

São Paulo (GOLFEMPRESAS) - A Confederação Brasileira de Golfe (CBG) convocou a equipe que representará o Brasil no 30º Sul-Americano Pré-Juvenil de Golfe, a ser realizado em Lima, no Peru.

Ao todo seis atletas foram chamados e na preparação constou um fim de semana de treinamento intensivo com a equipe técnica da CBG nos dias 4 e 5 de agosto, no São Fernando Golf Club, em Cotia (SP).

A equipe feminina será representada por Meilin Hoshino (SP), Maria Julia Ribeiro (SC) e Maria Emília Pereira (RJ), enquanto o time mascilino terá Guilherme Grinberg (SP), Stefano Thrane (SP) e Rafael Kulb Benadiba (SP).

O técnico será Victor Bortolucci e a preparadora física África Alarcon.

O 30º Sul-Americano Pré-Juvenil de Golfe será realizado de 5 a 8 de setembro, no Los Inkas Golf Club, em Lima, no Peru.

“Essa convocação é muito importante para o Brasil, porque a gente trabalha com as categorias de base. A garotada vai com o compromisso de representar o País da melhor maneira possível, mas ainda não existe uma cobrança tão grande de resultados, como no juvenil, a partir dos 15 anos”, afirma Luiz Miyamura, técnico da Seleção Brasileira de Golfe.

“Essa primeira vivência internacional permite outra visão de treinamento e performance, o que motiva esses jovens para seguirem melhorando cada vez mais”, disse Miyamura.

A CBG, com recursos da Lei Agnelo Piva, arcará com as despesas de passagem aérea, ajuda de custo e seguro viagem, enquanto hospedagem, alimentação e transfer local são de responsabilidade da Federação Peruana de Golfe.

[ voltar para a homepage ] [ ver todas as notícias ] [ ver próxima notícia ]






Copyright Golf e Negócios 2019   Desenvolvido por InWeb Internet