Home
Palestra
Fotos
Publicidade
Notícias
Contato
Notícias

Axé para o golfe baiano na volta aos trilhos ... Artigo de GUILLERMO PIERNES

Torneio Adeus Carnaval - foto div.

Golfe baiano volta aos trilhos

Por Guillermo Piernes*

João Pessoa (GOLFEMPRESAS) - Axé para golfe baiano que volta aos trilhos após anos de retrocesos em materia de numero de praticantes e de campos e de qualidade.

(Em Ioruba Axé significa energia, poder, força)

A nova diretoria da Federação Baiana e Capixaba de Golfe realizou o primeiro torneio do ano, “Adeus Carnaval”, no campo do Iberostar Praia do Forte, na Bahia.

A dupla campeã foi Paulo Cesar e Juraci com 74 pontos e a dupla vice-campeã Paulo Armani e Humberto Monte com 72 pontos.

O torneio teve o apoio das Lojas Mito, Curaprox, Elo Pink (Mary Kay), Bio Salute, Casa Perfumada, Pizza la Estrada e os golfistas Ademir Drigla e Jadel Santos, além dos profissionais de golfe: Antonio Meneses, Tony e Joseilton.

É ótimo escrever sobre o renascer do golfe baiano e melhor ainda escrevendo desde outro estado onde o golfe está crescendo, Paraíba.

Neusa Azevedo, presidente da Federação Baiana e Capixaba, disse que o torneio foi um sucesso. “Contamos com a presença da maioria dos golfistas baianos, e um número grande de iniciantes entre adultos e crianças”.

Foi mais do que um torneio mais o inicio de uma nova etapa.

O golfe da Bahia, que parecia ao inicio deste século como o grande polo de turismo de golfe não somente nacional como internacional, mostrou-se somente um sonho.

Foram fechados os campos baianos de Caxazeira, Quatro Rodas, Ilha de Itaparica, Costa do Sauipe. Projetos de novos campos foram engavetados ou para sempre esquecidos.

O campo do Iberostar foi reduzido na pratica de 18 para nove buracos.

Quase 400 quilômetros separam os excelentes campo de Terravista em Trancoso e Hotel Transamerica na Ilha de Comandatuba, tirando a possibilidade de ser um polo turistico de golfe.

Também a excelente relação com a imprensa especializada foi descuidada, desapontando assim eventuais patrocinadores e apoiadores pela diminuição da visibilidade.

A presidente disse que a nossa meta principal para 2018 “será a formação de novos golfistas. Vamos realizar clínicas de golfe para iniciantes em todos os eventos da FBCG”.

Florinda Barreto, vice-presidente da Federação informou que “também estamos desenvolvendo o projeto de golfe nas escolas baianas e capixabas em parceria com a CBG”.

O novo diretor de golfe do Iberostar, David Myers anunciou que em breve o campo será reformado, 9 buracos em 2018 e os outros 9 ficando na programação para 2019.

“Os 9 buracos da segunda volta (lado do mar) serão reformados este ano. Será retirada a grama atual e feito o plantio da grama Zeon Zoisa”, afirmou David Myers.

“Será feita também a reforma do atual sistema de irrigação, a construção uma planta de tratamento de esgoto para reutilização de água e vamos instalar biogel para melhorar a retenção da umidade na grama, além da aquisição de novas maquinas para manutenção do
campo", disse Myers.

Axé! Axé! Axé!

* Guillermo Piernes é palestrante, consultor e escritor. Autor de Liderança e Golfe - O Poder do Jogo na Vida Corporativa. www.guillermopiernes.com.br - piernes@golfempresas.com.br

[ voltar para a homepage ] [ ver todas as notícias ] [ ver próxima notícia ]






Copyright Golf e Negócios 2019   Desenvolvido por InWeb Internet